Solenidade da Ascensão do Senhor: “Anunciar o evangelho a toda criatura”

§. A solenidade de hoje não é convite para fixar nossos olhos, às vezes inertes, ao céu, mas é um mandado missionário. A Ascensão de Jesus marca o começo da missão dos apóstolos e discípulos do Senhor no mundo tão dilacerado por ciúmes, discórdias, intrigas, confusão. São os batizados que agora fazem com que a presença de Cristo Jesus se faça reconhecida e presente entre os homens e mulheres da terra. É missão universal, por isso, com quatro características distintas: 1) expulsar demônios; 2) falar novas línguas; 3) pegar em serpentes ou beber venenos sem males e 4) levar a cura aos doentes. É munido com essas instruções que ‘os discípulos saíram e pregaram por toda parte’ (Mc 16,20).

§. Expulsar demônios. As manifestações demoníacas, com o desenvolvimento da psicologia e psicanálise, têm se tornado mais raras, com pouca ou nenhuma frequência. São os filmes de terror, de modo geral, que gostam de tratar desse tema. Como explicar para mentalidade de hoje esta ordem de Cristo de expulsar demônios? Os ‘endemoniados’ são aqueles que vivem entre os mortos, aqueles que habitam sepulcros (Mc 5,2-3.5). Se Jesus saiu do sepulcro, se ele ressurgiu dos mortos, os seus discípulos aí, na sepultura, não podem morar. Quais são os demônios que levam à sepultura? A bebida, o ciúme, a inveja, a corrupção… Aqueles que seguem o Filho de Maria se opõem e se põem contra tudo isso.

§. Falar novas línguas. Esta instrução, mais ligada à descida do Espírito Santo em Pentecostes, a ser celebrada domingo que vem, significa buscar saber como comunicar a mensagem do evangelho. É tentar construir entendimento entre as pessoas, ser ponte, nunca barreira, ser elo, jamais divisão. É superar a confusão da Torre de Babel (Gn 11,1-9). Falar a língua do coração, sem os frios desvios da lógica razão. É saber expor as convicções mais profundas, não as pretensas verdades individuais e dominadoras. É saber dialogar…

§. Se pegarem em serpentes ou beberem venenos não sofrerão mal. A serpente é, por excelência, na Sagrada Escritura, o símbolo do mal, da queda, do pecado. Note que os discípulos não estão livres do mal, podem ser atingidos por ele. A promessa é de que não sofrerão o mal, ou seja, não serão devorados, destruídos pelos males. A reconciliação, a força do perdão misericordioso de Deus, em Cristo, pelo sacramento da Confissão, pode vencer os poderes maléficos. Beber veneno significa, para hoje, que as doutrinas estranhas ao evangelho e à própria pregação da Igreja, as ideologias e os partidarismos, não causarão torpes efeitos nos verdadeiros seguidores do Senhor. No entanto, é precisam conhecer, beber desses argumentos a fim de se conhecer as suas ardilosas articulações. É fazer examinar tudo, ‘ficar com o que é bom, evitando toda espécie de mal’ (1Tl 5,21s).

§. Curar os doentes. Os discípulos são enviados para ‘curar os corações feridos e humilhados, proclamar a liberdade aos presos nos mais diversos cárceres e também anunciar a graça do Senhor’ (Is 61,1s). Enviados para curá-los, não para machucá-los ainda mais. Só se cura quem se cuida. Cuidar para que nosso coração se cure dos ressentimentos, angústias, decepções, mágoas. Cuidar para que nossa liberdade seja a de filhos de Deus, não de libertinos. Cuidar para que todos cheguem a conhecer e a experimentar a graça do Senhor pelo convite à conversão, a uma vida nova em Cristo Jesus.

§. O Senhor Jesus subiu ao céu, e está à direita de Deus Pai. O céu é onde Eles permanecem, não o lugar onde Eles moram. É nossa realidade definitiva o lugar onde Eles estão. No entanto, Jesus continua entre nós por meio da Igreja, dos sacramentos, do povo, da liturgia, dos ministros. E nos ‘ajuda e nos confirma em sua palavra por meio de sinais que nos acompanham’ (Mc 16, 20). E estes sinais têm me ajudado a confirmar a minha vivência de fé? Como tenho vivido as orientações missionárias de Jesus em minha família, em comunidade?

Por: Padre George de Brito é Mestre em Teologia Dogmática e Vigário Paroquial da Paróquia N. Sra. Dos Milagres, em Milagres.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Redes Sociais

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!